Call to Action

Call to Action: o que é e como usar?

O universo online é cheio de termos estrangeiros e expressões desconhecidas que, muitas vezes, são criadas pelos próprios internautas. No entanto, algumas palavras têm relação direta com as estratégias digitais e são extremamente importantes para captar e identificar potenciais clientes para o seu negócio, como é o caso da sentença Call to Action (CTA).

Call to Action

Em tradução livre para o português, Call to Action significa chamada para ação. São botões, imagens, links e funções que levam o usuário a realizar alguma atividade específica, como comprar, ler mais ou preencher formulários para receber promoções e ofertas.

Mais importante do que saber o significado da expressão é saber quais são as vantagens do mecanismo e, claro, como usá-lo.

Se você pensa que os CTA’s – acrônimo de Call to Action – são aplicados apenas em e-commerces ou que se trata simplesmente de um recurso dos blogs para estimular os internautas a lerem os artigos anteriores, você, com certeza, precisa saber mais sobre o tema.

Vamos contextualizar a função do mecanismo com as situações do dia a dia:

Quantas vezes, antes de entrar em um estabelecimento, você se deparou com uma placa “Puxe” ou “Empurre”?

O comando tem como objetivo indicar qual deve ser a sua próxima ação. E no marketing digital não é diferente. O intuito das chamadas é facilitar a navegação do visitante, mostrando o que ele deve fazer em seguida.

Ou você quer que o leitor abandone o site sem saber mais sobre a sua companhia ou sem deixar, pelo menos, um e-mail de contato?

Call to Action

O internauta pode ser atraído para a sua página por meio de uma pesquisa nos buscadores, mídias sociais, anúncios, entre outras possibilidades. Vamos supor que ele fez uma pesquisa no Google e achou um artigo seu no blog, dependendo do tema e do objetivo desse texto, você pode indicar diversas ações, como:

  • Solicitar um orçamento online;
  • Tirar uma dúvida;
  • Conhecer melhor um produto;
  • Ler uma postagem similar;
  • Assinar newsletter;
  • Receber um cupom de desconto;
  • Fazer teste de uma ferramenta específica, entre outras;

O Call to Action vai depender do seu tipo de negócio, formato de conteúdo e claro, objetivo. Afinal, cada modelo de operação comercial tem as suas particularidades. Ou seja, em resumo, ele é um mecanismo que pode ser usado para mostrar para a sua audiência qual é o próximo passo que você quer que ela dê.

Como fazer os seus textos converterem mais?

No próximo tópico vamos ver como a função pode te ajudar a conquistar leads.

Call to Action: Como podem ajudar na captação de leads?

Call to Action

Para abordar o papel dos CTA’s na captação e conversão precisamos falar sobre o famoso funil de vendas, uma das técnicas mais utilizadas para identificar o grau de envolvimento do consumidor quando ele entra em contato com as empresas. Ele pode ser dividido em:

  • Visitantes: Contatos que são atingidos por seu conteúdo de alguma maneira e visitam sua página ou blog;
  • Leads: Estágio em que é coletado algum dado do usuário para que ele receba as promoções e informações oferecidas pela sua empresa;
  • Oportunidades: O marketing da sua empresa já avaliou que o lead teve uma interação e relacionamento significativo com a marca e já está preparado para receber uma abordagem do time de vendas.
  • Cliente: Fase em que a venda já foi realizada. Nesta etapa o processo se reinicia, porém com mais informações sobre o consumidor, o que pode fazer com que ele se torne um cliente assíduo, se trabalhado corretamente.

Call to Action

Leia também O que são Leads?

Quando avaliamos o nível de informações que um contato troca com uma marca, podemos identificar qual é o estágio da jornada do comprador que este usuário se encontra e, assim, aplicar a melhor estratégia com foco na conversão.

Por exemplo, vamos supor que você fez um texto no seu blog sobre as funções de um aparelho que você vende no seu site. Se a pessoa chegou até você, com certeza, aquele equipamento interessa a ela de alguma forma, certo?

Neste caso, você pode incluir na conclusão da sua explicação um botão que direcione o usuário para a página de compra ou uma solicitação de orçamento, já que se trata de uma leitura mais voltada para a fase de decisão.

Os contatos que preencherem um formulário solicitando um orçamento ou clicarem em um link de direcionamento para uma página de compra podem ser considerados “Oportunidades” no funil de vendas.  O que significa que já podem receber uma abordagem mais conclusiva.

Então, podemos dizer que o Call to Action ajuda o consumidor a caminhar entre os estágios da jornada do comprador e, de quebra, auxilia o processo de conversão. Quer vantagem maior do que essa?

E você, já sabe utilizar os CTA’s a seu favor? Se você ainda tem dúvidas e gostaria de incrementar a sua estratégia de marketing digital, entre em contato com a nossa equipe. Ficaremos felizes em atendê-lo.

Para continuar a receber os nossos materiais, basta assinar a nossa newsletter!

button_visite-o-site-da-actwork



Share article on

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *